Iniciando o Gostosinho Maravilhoso

Essa foi uma história real e deliciosa.

Meu nome é Cacá, tenho 19 anos, carioca, moro no Rio. Sou alto, 1,85m, malho há um tempo, o efeito já se nota, hehe… Sou considerado bonito por muitas e muitos, modéstia a parte. Sou Bi, mas é segredo mortal, hehe! Tenho namorada que nem sonha.

Bom, aconteceu comigo nas férias de Julho. Eu tenho uma tia que tem uma casa em búzios… Sempre vamos pra lá e minha prima, filha dela, sempre leva amigas e amigos. Tem um amigo dela que é especial… Ele é moreno, pratica natação desde pequeno, então tem um corpo muito gostoso: ombro largo, peito definido, barriga seca e perna grossa. Um Deus! Mas só tem 18 aninhos… hehe.

Sempre olhei pra ele com olhos sedentos, mas claro, nunca dei pinta. Finjo ser o machão zoador.

Sempre notei que, ao contrário dos outros garotos, ele é mais tímido com as garotas. Não chega muito nelas… Fica só conversando e tal. Uma noite, em búzios, saímos todos e eu resolvi que ia tirar isso a limpo! Fui já pilhando ele para beber, e fui bebendo junto. A noite passou, os outros garotos iam brincando e chegando em mulheres, e ele nada! Tive uma idéia. Me separei do grupo e fui até um grupo de meninas de 18 anos e comecei a falar sobre ele. Quando mostrei, elas logo se interessaram (claro). Eu chamei ele e começamos os dois a conversar com elas. Conversa vai, conversa vem, nosso grupo já tinha sumido, ficamos só nós dois e duas meninas. Fomos para um pier, e lá começamos a brincar mais. Ele todo tímido, mas eu ia o atiçando. Pouco tempo já estava eu pegando a menina e ele a outra, num ritmo bem gostoso. De sacanagem, eu puxei a menina dele e tentei beijá-la, ela relutou, mas logo deixou. Ele ficou olhando rindo, e eu beijando as duas na frente dele. Vi que ele ficou excitado. Aí, peguei a nuca dele, e levei a boca dele até a da garota que estava comigo. E depois até a dele. Fiquei fazendo os 3 se beijarem e ele ficou maluco. Eu pegava elas tb, e ele tb. Nao tentei um beijo nele… Ainda!

Como eu era responsavel pelo grupo, tive que levar todos pra casa cedo. Deixamos as meninas la, reunimos o grupo e voltamos para casa, combinando nao contar pra ninguem.

Chegamos em casa, todos se divertindo, e eu fiquei de olho nele. Sempre que ele me olhava, eu dava um sorriso safado, e ele ria, sem graça. Eu tinha conseguido o que queria: quebrei a timidez dele. Ficando mais tarde, aos poucos todos foram indo dormir. No fim, ficamos eu, ele, e uma menina chata amiga da minha prima. Finalmente, ela nao aguentou e dormiu. Era minha chance. Levei ele pro jardim e ficamos bebendo os dois e conversando sobre as meninas que pegamos juntos no pier.

No meio da conversa, comecei a falar de sexo. Que queria muito comer as duas, e que se ele quisesse eu deixava ele comer junto. Rimos muito. Até que ele me contou uma segredo: Ele era virgem!!! Pronto! Achei minha deixa. Dei uma zoada nele e disse que isso tinha que acabar! Ele perguntou como. Eu disse pra ele que assim que chegassemos no Rio, ele levar ele num puteiro! Ele se amarrou. Então, resolvi arriscar: perguntei se ele já tinha visto uma camisinha, pq ele ia precisar de uma. Ele disse que ja, mas nunca provou.

Logo falei: "vem aqui no meu quarto, vou te mostrar". Ele riu e achou que era brincadeira, mas eu levantei e fui. Surpresa: ele veio junto. Fomos em silencio pro quarto onde eu estava, que era nos fundos, o de empregada. Peguei na minha mala duas camisinha. Joguei uma pra ele. Disse que ia ensinar ele a botar direitinho. Ele tremia de nervosismo.

Eu tirei a camisa, sentei na cama. Abri a calça, abaixei a cueca. Não consegui esconder: meu pau ja era uma pedra! Comecei a acariciar meu pau olhando pra ele e rindo. Ele sério e tremulo, olhava atencioso! Abri a camisinha e fui botando, bem devagar. Aquilo tava uma delicia! Quando terminei, ele se ligou que quase babava e se recompos, riu sem graça. "Entendeu?", eu perguntei. Ele disse que sim.

Não pude fazer outra coisa senão falar pra ele tentar. Ele ficou sem graça. Eu mandei ele relaxar. Ele levantou, tirou a camisa (que peitoral gostoso!) sentou, abaixou a bermuda e acariciou o pau por cima da cueca, mas nem precisava: já tava bem duro. Não era grandão, mas era um volume bem gostoso, tipico da idade. Quando ele tirou a cueca, aquela pica pulou pra fora, muito linda, perfeita. Me segurei pra não voar nela. Ele começou a botar, sem jeito nenhum. Teve dificuldade de botar no começo, mas quando entrou na cabeça, ele foi indo. No meio, ele travou, de tanto tremer. Tomei coragem e sentei do lado dele, sem cueca mesmo, hehe.

"Não, é assim ó". Fiz o que achei que eu nao ia ter coragem de fazer: botei a mão na pica dele e comecei a botar a camisinha. Ele tomou um susto, mas eu agi naturalmente e isso o acalmou. Demorei seculos! hahaha E quando terminei, nao aguentei… Continuei acariciando ele. Ele simplesmete fechou os olhos e jogou a cabeça pra trás. Tudo que eu queria. Cotinuei acariciando, e comecei a punhetá-lo. Ele gemia tanto! Nunca tinham tocado nele antes. Sentei mais perto dele, sem tirar a mão de seu pau. Ele abriu os olhos, me olhou bem profundamente. Nao aguentei e toquei meus lábios nos dele. Mordi seu lábio inferior e puxei. "Bom né?" perguntei pra ele. Ele só fez sim com a cabeça.

Ele disse que queria ter me beijado no pier. E ai eu fui a loucura. Comecei a beija-lo e punheta-lo mais forte. Nos beijamos uns 3 minutos. Fui descendo com a minha lingua por aquele corpinho muito gostoso. Ele encostou as costas na parede e ficou gemendo. Cheguei na virilha dele, ele deu um gemido mais alto, que me preocupou. Mas continuei. Lambi seu saco, e, quando passei a lingua em sua pica (que estava explodindo) ele não aguentou. Soltou um urro de prazer e gozou dentro da camisinha.

Fiquei punhetando até ele gozar tudo, e olha que foi bastante! hahaha

Quando ele voltou em si… Olhou pra mim, sorriu e disse: "pqp, o que a gente ta fazendo" e riu de novo, como que nao acreditava. Eu respondi que a gente tava fazendo o que tem de mais gostoso. Ele me deu um selinho, levantou. Fiquei puto, nao queria parar ali.

Ele perguntou o que fazia com a camisinha gozada. Eu disse pra ele nao tirar ali, soh no banheiro. Ele vestiu-se. Eu falei "e eu? num ganho nada não?". Ele, que já não estava mais tão timido, sorriu e disse: "hoje não, isso é muito novo pra mim! Amanhã vamo na praia de tarde?". Respondi que sim. Ele pediu pra ninguem saber. Claro, afinal eu tinha namorada tb ne? Sorrimos um pro outro, ele foi embora.

Fiquei la, de pau duro… No final o malandro foi ele! hahahah Nao tiva outra opcao senao bater uma punheta pensando nele.

E minha misssao estava cumprida… Ou melhor, parte dela.

No dia seguinte fomos na praia, e no Rio… Fizemos algumas besteiras muito gostosas (lembra da puta? hehe)

Enfim… Já falei demais! Eu volto aqui pra contar as outras coisas que fizemos!

Pulei alguns detalhes da historia pq nao ia caber aqui… se quiser saber mais, me manda email!

cacafrietz@hotmail.com

Até logo!

Caca


%d blogueiros gostam disto: