Só de brincadeira

Por t-como@hotmail.com

Bom, já publiquei um conto meu aqui. Vou contar uma experiência que aconteceu comigo. Antes vou me descrever novamente. Sou negro, 1,70 m e 65 kg, magro,  bem distribuído. O fato que vou narrar aqui aconteceu há uns cinco anos, eu nem me lembrava mais desta situação, mas hoje conversando com um amigo ele me pediu para contar minhas histórias, e eu achava que já tinha contado todas pra ele, foi quando lembrei desta situação e resolvi contar aqui. Eu nunca fui muito de ficar na rua, mas neste dia estava na rua com os colegas do meu irmão. Todos bem masculinos.

Tinha um que já tinha bebido um pouco, mas ainda estava sóbrio. E começaram falar várias coisas engraçadas e eu comecei a rir, e um momento eu estava mais afastado e um dos amigos do meu irmão começou a conversar comigo, dizendo que eu não tinha nada a ver com ele, que eu era mais quietão, coisas e tal. Papo normal. E eu sempre estou sorrindo, e ele olhou para mim e disse que eu tinha um sorriso muito bonito.

Eu pensei: isto não é coisa que um homem fala pra outro homem (eu sou bi). Mas levei de boa, mas meu pau não interpretou assim e ficou duro. Ai ele olhou para o meu pau e falou: tá de pau duro? Eu fiquei morrendo de vergonha, mas ele falou tipo de brincadeira. Eu estava de shorts, e como que de brincadeira ele começou a me empurrar para trás, falando: “de pau duro falando com um cara!”.

E entramos no meu quintal, ele então, ainda como se estivesse brincando falou: “deixa eu ver se tá duro mesmo” e eu levando na brincadeira, ele colocou a mão no meu pau e falou: “tá duro mesmo, pensei que era brincadeira”, ele disse.

Perguntou se era grande, e eu já com muito tesão falei: “não quer ver?”, ele botou a mão, mas caras estavam todos ali por perto e fiquei com receio, ai fui para trás do muro de onde dava para ve-los.

Ele ficou massageando o meu pau e a gente ficou como se estivesse conversando e ele batendo uma pra mim. De repente ele abaixou e falou: fica vendo se vem alguém. E começou a chupar meu pau, chupou gostoso.

Eu olhei para a janela e vi a sombra da minha vó vindo, falei pra ele: “para, para minha vó vem vindo”.

Ele levantou depressa e eu puxei o short pra cima, ela quase pegou. Fingimos estar conversando, depois que ela entrou ele foi embora.


%d blogueiros gostam disto: